Entre Quatro Paredes e Nada Mais LIVRO

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Após fotografar mendigos por 10 anos, fotógrafa reencontra seu pai entre eles

ReproduçãoReprodução

A fotógrafa Diana Kim ainda era muito criança quando seus pais se divorciaram. Desde então, o contato com o pai era inexistente: no dia da separação ele saiu de casa e nunca mais voltou. Muitos anos depois, de uma maneira para lá de inesperada, eles retomaram contato.

Diana conduziu um projeto que consistia em fotografar os mendigos de Honolulu, no Havaí. Após mais de dez anos fotografando moradores de rua, a fotógrafa encontrou, no meio deles, seu pai. Desde o encontro, em 2012, ela lutava para poder ajudá-lo.

“Ele sofria muito com a esquizofrenia e por isso não queria sair da rua. Eu sofri muito com isso, mas finalmente chegou. Depois de dois anos tentando, consegui tirá-lo da rua após um ataque cardíaco. Ali passei a cuidar dele”, conta Diana.

Três anos após o reencontro, a fotógrafa conseguiu pela primeira vez ver seu pai bem. Tratado nos melhores hospitais, ele retomou a lucidez e está procurando emprego. Ela, então, resolveu divulgar sua história para inspirar as pessoas pelo mundo.