Quem sou eu?

Danka Maia é Escritora, Professora, mora no Rio de Janeiro e tem mais de vinte e cinco obras. Adora ler, e entende a escrita como a forma que o Destino lhe deu para se expressar. Ama sua família, amigos e animais. “Quando quero fugir escrevo, quando quero ser encontrada oro”.

Tem futuro? Especialistas indicam três perguntas banais que podem fazer diferença no seu relacionamento

Foram analisados mais de 34 mil casais que se reuniram através de um site de namoro

O seu pretendente gosta ou não de filmes de terror? (Foto: Think Stock)
 
Nos primeiros encontros, as pessoas em geral já tem algumas perguntas básicas para fazer ao pretendente. Em um novo livro sobre relacionamentos, chamado "Romance Moderno", os autores Aziz Ansari e Eric Klinenberg indicam três perguntas, bastante banais, que você pode querer fazer ao possível parceiro.

1. Você gosta de filmes de terror?

2. Você já viajou por outro país sozinho?

3. Não seria divertido jogar tudo para o alto e ir viver em um veleiro?

As perguntas surgiram a partir de uma pesquisa de tendência feita pelo site de relacionamentos OkCupid em 2011, o mais próximo que você e seu pretendente chegarem nas respostas para essas perguntas indica se o relacionamento vai funcionar.
Foram analisados 34.260 casais do mundo real que se conheceram por meio do OkCupid. Os pesquisadores descobriram que 32% dos casais bem sucedidos concordaram nas três perguntas, o que é 3,7 vezes a taxa de simples coincidência.
As três perguntas parecem tratar com a forma como alguém lida com o estresse e a ansiedade, e a tendência em planejar o futuro. Pode-se dizer, portanto, que duas pessoas que lidam com o estresse de forma semelhante podem formar um belo casal.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Agora no Blog!

Total de visualizações de página

Danka na Amazon!

Siga Danka no Instagran

Danka no Wattapad

Curta Danka no Facebook!

Seguidores

Danka no Google+

Confissões Com Um "Q" De Pecado

Entrevistas

Danka no Google+!

Danka no Twitter

Danka no Skoob

Seguidores

Arquivo do blog