IKANATON no Amazon!Confira!

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Jovem americana cria calcinha menstrual que promete substituir absorvente

Depois de ser desafiada por um professor de empreendedorismo e de ter passado por situação constrangedora envolvendo menstruação, Julie Sygiel se dedicou a criar uma calcinha que pode, inclusive, funcionar como complemento ou alternativa ao copo menstrual



JULIE SYGIEL CRIOU CALCINHAS MENSTRUAIS QUE PODEM SER VIR DE SUBSTITUTOS OU ALIADOS DOS CLÁSSICOS ABSORVENTES (Foto: Divulgação Dear Kate)
 
Fluxo intenso e possíveis vazamentos são alguns dos principais contratempos que envolvem a menstruação. E nessas horas nem sempre os clássicos absorventes são suficientes para conter qualquer imprevisto. De olho nisso, a engenheira química norte-americana Julie Sygiel desenvolveu uma calcinha absorvente, que, além de funcional, é sustentável e vem fazendo o maior sucesso nos Estados Unidos.

Em 2008, Julie e mais duas amigas foram desafiadas por um professor de empreendedorismo a criar algo que ainda não existisse no mercado. “Imediatamente, nós pensamos que os corpos das mulheres e dos homens funcionam de maneira completamente diferente. Por que então nossa roupa íntima é produzida com os mesmos tecidos?’, contou em entrevista à Marie Claire. Este foi o ponto de partida para a criação da marca de lingerie Dear Kate, anos depois.
O fato de já ter passado por uma situação constrangedora envolvendo menstruação contribuiu ainda mais para que o projeto saísse do papel.  “Uma vez, peguei emprestado de uma amiga um vestido que tinha uma mancha de sangue, mas eu só notei quando cheguei à festa. Era um evento formal, mesmo assim passei a noite inteira com uma blusa de moletom amarrada na cintura”, conta Julie. “A minha vontade era de gritar, ‘Não foi eu. O acidente aconteceu com outra pessoa’. Mas isso soaria superestranho.”
JULIE SYGIEL E A TECNOLOGIA CRIADA POR ELA PARA AS CALCINHAS ABSORVENTES (Foto: Divulgação Dear Kate)

Ao todo, o processo de pesquisa e desenvolvimento de novas tecnologias têxteis, levou dois anos. Batizada de Underlux, a combinação de tecidos criada por Julie e patenteada conta com duas camadas. A interna é uma malha especial absorvente que não deixa mancha, evitando a necessidade de manter a peça de molho durante a lavagem no final do dia. Já a externa é macia e funciona como uma proteção extra que repele líquido, impossibilitando qualquer vazamento, inclusive de suor durante atividades físicas. “Além disso, as calcinhas são superconfortáveis, o revestimento é respirável, as peças podem ser lavadas na máquina e elas não têm data de validade”, acrescenta Julie.

A empreendedora lembra ainda que, quanto mais conversava com as amigas sobre menstruação, mais ela percebia que não só o incômodo do vazamento, como também a ansiedade e o estresse durante o ciclo afetam diretamente a vida das mulheres. “Daí a missão da Dear Kate. Queremos evitar preocupações, provocando um impacto emocional bastante positivo e provando às mulheres que elas estão prontas para qualquer desafio, inclusive durante o ciclo menstrual”, garante.
Apesar de todas essas vantagens, Julie deixa claro que a tal calcinha funciona como substituta dos absorventes apenas em caso de fluxo moderado. “Todo organismo é diferente. Por isso, algumas mulheres usam a peça apenas como complemento dos protetores descartáveis. E uma coisa é certa: elas são perfeitas para quando você ainda não sabe direito a data exata do início da menstruação ou quando o ciclo já está perto do fim”, aconselha.
Outra ótima alternativa, segundo ela, é aliar o underwear aos copos menstruais, que vêm sendo adotados com mais frequência, principalmente, pelas brasileiras. “Sou uma grande fã dessas iniciativas, que prezam pela redução do impacto ambiental. Eu, particularmente, já usei o copinho, porém não me senti muito confortável. Por outro lado, tenho uma série de amigas e clientes que usam todo mês junto com as calcinhas e adoram.”
A IDEIA DAS CALCINHAS ABSORVENTES É PROPORCIONAR CONFORTO E CONFIANÇA ÀS MULHERES (Foto: Divulgação Dear Kate)
 
ONDE ENCONTRAR AS CALCINHAS MENSTRUAIS
Para as interessadas, as peças são vendidas no site da Dear Kate e entregues no mundo todo - basta encaminhar um e-mail com o pedido, caso esteja fora da área de cobertura. Os preços variam de US$ 32 a US$ 48 (de R$ 96 a R$ 144). E a loja online carrega ainda mais um ponto positivo: o lookbook é todo fotografado com mulheres das mais variadas silhuetas e sem retoque algum.

“Fui criada por pais feministas e isso sempre pautou 100% do meu trabalho”, conta. “Frequentemente, nós discutimos no escritório sobre campanhas, artigos, situações, acontecimentos... E amamos analisá-los através de uma lente feminista.”
ÀS FUTURAS EMPREENDEDORAS…
… Julie aproveita para mandar um recado: “Lance suas ideias o mais rápido possível.” “Eu acho que as mulheres tendem a ser mais perfeccionistas do que os homens. Então, nós passamos muito mais tempo aprimorando o produto, mesmo quando ele já está praticamente pronto. Quanto mais rápido você lançar, mais cedo o dinheiro vai bater a sua porta. Dá para aprender muitas coisas com as vendas, uma vez que você dá início a elas. E nós [Dear Kate] certamente percorremos um longo caminho desde quando começamos.”

FEMINISTA DE BERÇO, JULIE PROCURA SEMPRE VALORIZAR A BELEZA REAL DAS MULHERES NOS LOOKSBOOKS DA MARCA (Foto: Divulgação) 
 
 
 
Fonte: Marie Claire