Boto: O Prazer Vem Das Águas no Amazon!Confira!

domingo, 15 de março de 2015

Grande e peluda, aranha bomba bilau por 4 horas e pode estar na sua cama!

Mas se acalme! Isso não quer dizer que você vai literalmente encontrar a aranha se esgueirando pelos seus lençóis, porém que os efeitos colaterais da picada dela podem ser utilizados, digamos, quando você estiver em ação na cama. Já vamos detalhar melhor isso...
Infelizmente, o Brasil é o lar de uma das espécies de aranhas mais venenosas e mortais do mundo todo – a aranha armadeira (Phoneutria nigriventer). Além de possuir um veneno extremamente fatal e doloroso (qualquer um que for picado deve ser medicado com o antídoto o mais rápido possível), a aranha armadeira também provoca um efeito bastante peculiar nos homens: ereções contínuas que podem durar até quatro horas sem nenhum tipo de estímulo sexual – algo conhecido como priapismo.

O veneno das armadeiras é composto por duas toxinas: a PhTx3 e Tx2-6. A PhTx3 é um poderoso agente neurotóxico capaz de bloquear o controle muscular, conduzindo a vítima à asfixia por paralisia do movimento respiratório. Já a toxina Tx2-6, é capaz de desencadear fortes estimulações nervosas e aumentar a taxa de ácido nítrico no sangue (o que ocasiona a ereção involuntária por períodos tão longos).

Um Viagra natural?

Devido aos efeitos provocados pelo veneno das armadeiras, diversos estudos científicos já começaram a ser realizados por cientistas que esperam desenvolver, com base na toxina Tx2-6, medicamentos para pessoas que sofram de disfunção erétil. Contudo, se você quer ser espertão e tomar um atalho, não ache que só é necessário levar a picada da aranha armadeira para animar o amigão lá debaixo – aliás, isso realmente pode matá-lo.
O priapismo (a ereção involuntária contínua do pênis por até quatro horas) também pode levar a completa impotência sexual. Portanto, é melhor deixar os cientistas pesquisarem mais sobre as toxinas presentes nas armadeiras por enquanto. Essas aranhas são naturalmente agressivas e costumam viver em cachos de bananas (habitat sugestivo, hein) e em plantações em geral – por isso, as pessoas que vivem nas cidades grandes correm menos riscos (mas sempre olhe bem as frutas que comprar por aí).

Cientistas da Universidade Médica da Geórgia já iniciaram diversos testes com as toxinas da aranha armadeira. A Dr. Kenia Nunes diz que o veneno da aranha é composto por misturas muito ricas de diversas moléculas, que originam os mais variados efeitos colaterais. Em estudo publicado no “Journal of Sexual Medicine”, ela disse ter feito testes bem-sucedidos em ratos.

Um novo tratamento

Doses mínimas de Tx2-6 foram dadas aos ratos, que obtiveram ereções livres dos outros efeitos colaterais provenientes do veneno. “Realizamos experimentos com ratos hipertensos que possuem disfunções eréteis graves e a toxina Tx2-6 foi capaz de normalizar as disfunções desses animais”, comentou Nunes.
O veneno da armadeira é particularmente interessante por que várias pessoas não respondem adequadamente aos tratamentos atuais de problemas sexuais – algo que pode ser solucionado com os estudos da toxina. Além disso, a Dr. Kenia Nunes também comentou que o veneno pode ser estudado para solucionar disfunções  sexuais em mulheres, apesar de isso não ter sido avaliado melhor por enquanto.





Fonte(s)
Imagens