Boto: O Prazer Vem Das Águas no Amazon!Confira!

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Justiça Prende Avó Por Não Pagar Pensão!

Trabalhadora rural Benedita Conceição dos Santos está presa desde o dia 11 deste mês
Trabalhadora rural Benedita Conceição dos Santos está presa desde o dia 11 deste mês
Uma idosa de 61 anos, que está desempregada e não recebe aposentadoria, está presa na Bahia por atraso no pagamento da pensão alimentícia dos dois netos.
A trabalhadora rural Benedita Conceição dos Santos está desde o último dia 11 detida em uma das celas da delegacia de Posto da Mata, distrito do município de Nova Viçosa (911 km de Salvador), no extremo sul da Bahia. A lei determina que a pensão alimentícia deverá ser paga pelo pai ou pela mãe que não está com a guarda dos filhos. Se o pagamento não for feito, os avós serão os responsáveis pela dívida.
Desde 2013, Benedita pagava a pensão dos netos por decisão judicial. 
Ela foi presa após o juiz substituto de Nova Viçosa, Willian Bosaneri Araujo, expedir um mandado de prisão, em dezembro, por atraso na pensão alimentícia de dois netos da agricultora.
O saldo devedor atingiu o valor de R$ 4.417,36 em maio de 2014 quando a mãe das crianças, Elizângela Santos Rodrigues, informou à Justiça que o pagamento não estava sendo feito. O documento informa que a prisão vigorará por 60 dias ou até a quitação da dívida.
Benedita mora no distrito de Argolo, zona rural de Nova Viçosa, em uma casa humilde com o companheiro Valdemar da Paz, 79, que é aposentado. Ele não é avô dos netos de Benedita. Na casa sequer há geladeira e a idosa disse que não tem condições de pagar a dívida.
O casal ainda cria uma das netas de Benedita, que tem 10 anos.
Em 2013, a idosa foi obrigada a arcar com a pensão alimentícia dos dois netos porque o filho dela estava desempregado.
"Eu estava pagando, me botaram na Justiça, aí me levaram. Quando chegou lá eu falei: enquanto eu estiver trabalhando eu vou pagar pensão agora depois que eu parar eu não vou pagar mais não", disse Benedita em entrevista ao "Bom Dia Brasil", da TV Globo".
O pai das crianças mora no Rio de Janeiro e chegou na última quarta-feira para tentar fazer um acordo com a Justiça para que Benedita seja libertada.
"Eu estava sem trabalho. Agora que eu consegui trabalho. Mas a mãe também tem que entender que estou tentando fazer um acordo", justificou o filho de Benedita, em entrevista ao "Bom Dia Brasil". Ele pediu para não ser identificado.


Fonte: Uol Notícias