Quem sou eu?

Danka Maia é Escritora, Professora, mora no Rio de Janeiro e tem mais de vinte e cinco obras. Adora ler, e entende a escrita como a forma que o Destino lhe deu para se expressar. Ama sua família, amigos e animais. “Quando quero fugir escrevo, quando quero ser encontrada oro”.


Música : Tristeza pé no chão

  
Samba
Ano; 1973
Composição: Armando Fernandes:
Intérprete:  Clara Nunes.
LP- “ Clara Nunes “ 1973

 O compositor dessa música Armando Fernandes Conhecido n meio artístico como ( mamão)  nasceu em Juiz de Fora- MG. Apresentou essa música no festival da sua cidade.

Quando a música parou  na gravadora, A saudosa  cantora Clara Nunes, Se identificou  e em seguida a gravou .




















A cantora Clara Nunes Nasceu na cidade de Caetanópolis- MG  no dia 12/09/1942.

Desde de muito nova sempre mostrou aptidão pára cantar, Seu estilo musical sempre foi o samba.

Venceu diversos  concursos de calouros, e logo foi contratada pela  rádio inconfidência  de BH.

Cantava em boates e clubes, um dos seus baterias era Milton Nascimento.
Em 1963 foi  contrata pela TV Itacolumby para o programa Clara Nunes apresenta .

Seus discos de maior sucesso foram: A beleza que canta- Alvorecer  e Brasil Mestiço

Tristeza pé no chão 

.  Dei um aperto de saudade
No meu tamborim
Molhei o pano da cuíca
Com as minhas lágrimas
Dei meu tempo de espera
Para a marcação e cantei
A minha vida na avenida sem empolgação
Dei um aperto de saudade
No meu tamborim
Molhei o pano da cuíca
Com as minhas lágrimas
Dei meu tempo de espera
Para a marcação e cantei
A minha vida na avenida sem empolgação

Vai manter a tradição
Vai meu bloco tristeza e pé no chão
Vai manter a tradição
Vai meu bloco tristeza e pé no chão

Fiz o estandarte com as minhas mágoas
Usei como destaque a tua falsidade
Do nosso desacerto fiz meu samba enredo
Do velho som do minha surda dividi meus versos
Vai manter a tradição
Vai meu bloco tristeza e pé no chão
Vai manter a tradição
Vai meu bloco tristeza e pé no chão
Nas platinelas do pandeiro coloquei surdina
Marquei o último ensaio em qualquer esquina
Manchei o verde esperança da nossa bandeira
Marquei o dia do desfile para quarta-feira

Vai manter a tradição
Vai meu bloco tristeza e pé no chão
Vai manter a tradição
Vai meu bloco tristeza e pé no chão














- TRISTEZA PÉ NO CHÃO. 


Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Agora no Blog!

Total de visualizações de página

Danka na Amazon!

Siga Danka no Instagran

Danka no Wattapad

Curta Danka no Facebook!

Seguidores

Danka no Google+

Confissões Com Um "Q" De Pecado

Entrevistas

Danka no Google+!

Danka no Twitter

Danka no Skoob

Seguidores

Arquivo do blog