Quem sou eu?

Danka Maia é Escritora, Professora, mora no Rio de Janeiro e tem mais de vinte e cinco obras. Adora ler, e entende a escrita como a forma que o Destino lhe deu para se expressar. Ama sua família, amigos e animais. “Quando quero fugir escrevo, quando quero ser encontrada oro”.

Aparição paranormal em ultrassom mudou para sempre a vida de uma mãe

ReproduçãoReprodução

A tecnologia evolui constantemente e, cada vez mais, é fácil ter contato com um bebê que ainda não nasceu. Os exames em 4D, nova moda, que o digam. Neles, é possível ver até o rosto da criança. E, às vezes, muitas coisas mais…

A britânica Jade Hornsby que o diga. Em 2013 ela ficou grávida aos 21 anos, mas só hoje, já com sua filha nascida e crescida, resolveu revelar um episódio bastante estarrecedor sobre a gestação. E tudo aconteceu por conta de um ultrassom.

Jade resolveu, durante a gravidez, fazer um exame em 4D para ter mais noção de como seria sua filha. Feito isso, levou um susto: a britânica afirma que, nas imagens do exame, aparece o perfil de seu falecido avô ao lado da criança.

ReproduçãoReprodução

De acordo com Jade, a figura de seu avô, que havia morrido seis anos anos, estava beijando Lacey-Mae, sua filha. Assustada, ela levou a imagem para sua mãe e viu mais uma pessoa confirmar a semelhança absurda entre o avô morto e a figura que ela havia notado no exame.

“No primeiro momento foi bastante assustador, ficamos bastante chocadas. Mas depois paramos, pensamos e é como se ele estivesse abençoando minha filha ainda dentro do útero. E é ele, é mais nítido que a minha filha”, afirmou Jade em entrevista ao Daily Star.

Hoje, com sua filha já completando dois anos, Jade acredita que a imagem mostra que seu avô virou um “anjo da guarda” para a menina. A mãe acredita que seu parente, mesmo morto, se manifestou de maneira que pudesse proteger a criança que ainda estava para nascer.

ReproduçãoReprodução

A história, quando revelada, ficou bastante famosa na vizinhança de Jade, que começou a sofrer diversas represálias de vizinhos. Ela, no entanto, não liga. Feliz com a “proteção” que acredita receber, ela quer apenas que sua filha seja feliz. Se os vizinhos não acreditam em nada, sem problemas. “O que importa é que durante dois anos sinto que alguém olha por ela”, conclui a mãe.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agora no Blog!

Total de visualizações de página

Danka na Amazon!

Siga Danka no Instagran

Danka no Wattapad

Curta Danka no Facebook!

Seguidores

Confissões Com Um "Q" De Pecado

Entrevistas

Danka no Google+!

Danka no Twitter

Danka no Skoob

Seguidores

Arquivo do blog