Entre Quatro Paredes e Nada Mais LIVRO

domingo, 30 de agosto de 2015

Mulher-unicórnio? Chinesa de 87 anos impressiona por enorme chifre na testa






A deformidade apresentada por Liang Xiuzhen, como se chama a idosa, se trata de um caso de chifre cutâneo, como é conhecido o acúmulo de queratina, a mesma proteína que forma as unhas e o cabelo
A senhora Xiuzhen é moradora de Sichuan, no sudoeste da China, e há aproximadamente oito anos percebeu o surgimento de uma pinta escura na região da testa. Ao relatar muita coceira, a família dela procurou tratamento com ervas medicinais da região, o que parou o sintoma sem causar efeitos colaterais, fazendo com que a família mantivesse o tratamento de Xiuzhen.
Então, dois anos atrás, o filho da mulher, Wang Zhaojun, percebeu que havia algo estranho naquela região da cabeça da mãe. Era um pequeno chifre de 2,5 cm que estava crescendo a partir da pele. Na época, os médicos não souberam identificar o que era e como aparentemente não cresceria mais, a família ignorou a marca.
Pois bem. No início deste ano, Wang percebeu que uma deformidade ainda maior tinha tomado o local da antiga marca e parecia estar aumentando. Em seis meses, o crescimento apresentado foi inesperado. Foi aí que os médicos identificaram aquele como um provável caso de chifre cutâneo.
A formação pode ser retirada por meio de cirurgia, mas os médicos estão um pouco apreensivos sobre o caso de Xiuzhen. Em virtude do crescimento acelerado e inusitado, eles suspeitam de que possa ser um quadro de câncer, o que pode complicar o tratamento cirúrgico.
Segundo Wang Zhajoun, sua mãe não quer voltar ao hospital porque tem medo de não retornar para casa. De acordo com o Mail Online, ele aguarda o diagnóstico correto e espera convencer a mãe a iniciar o tratamento, caso seja possível.
Confira como é o caso de chifre cutâneo de Liang Xiuzhen: