IKANATON no Amazon!Confira!

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Atirador mata repórter e câmera em passagem ao vivo nos EUA

WDBJ7WDBJ7A quarta-feira começou triste, com uma fatalidade nos Estados Unidos: durante uma passagem esta manhã no canal WDBJ7, filial da CBS, a repórter Alison Parker, de 24 anos, e o câmera Adam Ward, de 27, foram baleados ao vivo e morreram no local.
O caso aconteceu no Bridgewater Plaza, uma galeria comercial localizada na cidade de Roanoke, em Virginia, às 6h45 da manhã de hoje. Três departamentos policiais da região estão perseguindo o suspeito, identificado como Vester Flanagan, ex-funcionário da rede de TV, que usava o pseudônimo Bryce Williams.
Vicki Gardner, representante de uma associação comercial local que estava sendo entrevistada no momento do ataque, foi baleada nas costas e está no hospital.


É possível ouvir os disparos e os gritos da repórter, bem como um vulto de um homem quando a câmera vai ao chão. No momento da transmissão, a apresentadora do jornal fica chocada e completamente sem reação no estúdio.

Âncora revela que namorava com repórter
Poucas horas depos do incidente, Chris Hurst, âncora da WDBJ7, revelou em seu perfil no Twitter que mantinha um relacionamento com Alison há nove meses. “Nós não compartilhávamos isso publicamente, mas Alison e eu estávamos namorando. Tínhamos acabado de ir morar juntos. Estou em choque”, escreveu. “Foram os melhores meses da minha vida. Nós queríamos nos casar. Tínhamos acabado de celebrar o 24º aniversário dela.
“Ela era a mulher mais radiante que conheci. E por alguma razão me amava de volta também”, acrescentou Hurst. “Eu estou sendo consolado por todos aqui na WDBJ7. Nós somos uma família. Ela trabalhava com Adam todos os dias. Eram um time. Estou de coração partido pela noiva dele.

Fonte:yahoo