Boto: O Prazer Vem Das Águas no Amazon!Confira!

quarta-feira, 22 de abril de 2015

15 rituais fascinantes que os judeus ortodoxos praticam em Israel

Sendo o Brasil um país predominantemente cristão, é normal que determinados costumes e tradições comuns para outras crenças nos pareçam intrigantes. Exemplos disso são diversos rituais praticados pelos seguidores do judaísmo — que parecem completamente inusitados aos olhos de quem não pertence a essa religião.
Pois, pensando em matar um pouco a curiosidade de muita gente, o fotógrafo Yaakov Naumi — que, segundo Ellyn Kail do portal Feature Shoot, cresceu em Bnei Brak, uma cidade localizada na região metropolitana de Tel Aviv e que consiste em uma das principais comunidades ultraortodoxas de Israel — retratou uma série de rituais e celebrações fascinantes do judaísmo, as quais você pode conferir a seguir:

1 – Vida longa


A imagem acima mostra um homem deitado no interior de uma cova recém aberta — e de onde foram retirados os restos mortais de um antigo ocupante — em uma prática que serviria para prolongar a expectativa de vida.

2 – Perdão dos pecados


A foto mostra uma senhora passeando com uma galinha antes da realização de um ritual chamado Kaparot, no qual a ave será passada sobre sua cabeça para que todos os pecados cometidos durante o ano anterior sejam transferidos para o animal. Geralmente, esse rito é praticado na véspera do Yom Kippur — ou “Dia do Perdão”, uma das celebrações mais importantes do judaísmo —, e a galinha é sacrificada e doada para caridade.

3 – Mais perdão


Outro ritual realizado antes do Yom Kippur com o objetivo de “zerar” os pecados cometidos durante o ano anterior é o Tashlich, retratado acima. Praticado por homens judeus da dinastia Hasidic, a cerimônia envolve visitar um corpo hídrico — no caso da foto, foi improvisada uma piscina com peixes — e jogar pedacinhos de pão ou alimentos semelhantes na água para simbolizar o ato de jogar fora todas as transgressões.

4 – Primeiro livro


As crianças da foto acima — da dinastia chassídica Nadvorna — foram clicadas durante uma celebração chamada chumash, na qual recebem sua primeira Torá, ou seja, seu primeiro livro contendo as leis judaicas.

5 – Fogueira


A imagem que você acabou de ver mostra um grupo de homens e meninos ateando fogo a uma bandeira de Israel durante a celebração da festa conhecida como Lag Ba’Omer, na qual fogueiras são acesas por comunidades judaicas de rodo o mundo. A ocasião marca a morte de Shimon Bar Yochai, um dos rabinos mais importantes do judaísmo, que viveu na Galileia na época da dominação romana e depois da destruição do segundo Templo de Jerusalém.

6 – Plantas sagradas


Na foto, Yaakov Naumi clicou homens cobertos com seus xales de oração segurando quatro tipos de plantas diferentes — folhas de palmeira, citrus, murta e salgueiro — durante o Hoshana Rabbah, que ocorre no último dia da festa judaica de Sukkot.

7 – Colheita


Os homens acima realizaram um comando bíblico que dita que eles devem colher trigo com uma pequena foice de mão. O resultado da colheita é, então, armazenado por quase um ano e, depois, o cereal deve ser moído até virar farinha — que será utilizada para preparar pão sem levedura ou qualquer tipo de fermento para ser consumido durante o Pessach, como é conhecida a “Páscoa” judaica.

8 – Filho primogênito


Acima, Yaakov Naumi registrou um tradicional ritual judaico conhecido como Pidyon haben ou Redenção do Filho Primogênito. A cerimônia ocorre quando o bebê (nascido de parto natural e sem que a mãe judia tenha passado por um aborto ou cesariana anterior) cumpre 31 dias de vida, e o pai “compra” o filho de um Kohen — ou um sumo sacerdote de um dos antigos templos de Jerusalém — pagando cinco moedas de prata.

9 – Redenção


Assim como existe o Pidyon haben, também existe uma celebração chamada Pidyon Peter Chamor — ou algo como Redenção do Asno Primogênito. Durante esse ritual, os judeus enfeitam um asno e uma ovelha com pérolas e outras contas brilhantes, e ele faz parte das 613 leis que são celebradas na bíblia judia.

10 – Protesto


Milhares de judeus ultraortodoxos foram clicados enquanto dançavam durante protesto contra uma proposta do parlamento israelense de introduzir a obrigatoriedade do serviço militar para membros da comunidade Haredi.

11 – Véspera


Na fotografia acima, Yaakov Naumi mostra um casal dançando diante de uma plateia de judeus ultraortodoxos na véspera de seu casamento.

12 – Casório


A imagem acima mostra judeus estritamente ortodoxos reunidos para assistir à uma tradicional cerimônia de casamento celebrada em Bnei Brak.  

13 – Dança de casamento


Acima o retrato mostra um rabino dançando com a neta durante o casamento da moça. A dança se chama mitzvah tantz e, durante essa atividade, além do avô, o pai e irmãos do noivo também dançam com a jovem segundando uma corda, já que de acordo com a Torá, os homens são proibidos de tocar uma mulher com a qual eles não são casados.

14 – Punição


A foto que você acabou de ver mostra um judeu da dinastia chassídica de Lelov sendo “chicoteado” com uma tira de couro por outro religioso durante um ritual chamado Malkot. O ato é realizado nas sinagogas antes do início do Yom Kippur, e serve para simbolizar o castigo simbólico pelos pecados cometidos.

15 – Funeral


Para finalizar a seleção de imagens, acima você pode ver uma fotografia clicada por Yaakov Naumi durante o funeral do rabino Yosef Shalom Elyashiv, acompanhado por milhares de judeus ultraortodoxos em Meah Shearim, em Jerusalém.

Fonte(s)
Imagens