Quem sou eu?

Danka Maia é Escritora, Professora, mora no Rio de Janeiro e tem mais de vinte e cinco obras. Adora ler, e entende a escrita como a forma que o Destino lhe deu para se expressar. Ama sua família, amigos e animais. “Quando quero fugir escrevo, quando quero ser encontrada oro”.

Entenda por que as pessoas amam Cheetos, mesmo que não admitam isso

Se você já comeu um pacote de Cheetos, provavelmente vai lembrar da bagunça que este petisco faz: mãos alaranjadas, cobertas com um pó levemente gorduroso que se espalha com facilidade por teclados, joysticks e, principalmente, roupas brancas.
A maioria das pessoas jura odiar o salgadinho, mas, se isso fosse tão verdade, ele não continuaria fazendo tanto sucesso. Então, que diabos realmente atrai os consumidores para a guloseima?
Para descobrir isso, a fabricante do petisco contratou em 2008 uma empresa chamada NeuroFocus. A partir de testes neurológicos baseados em eletroencefalografia feitos em pessoas enquanto elas consumiam o Cheetos, a companhia fez uma descoberta impressionante: é justamente a bagunça que gera uma sensação de subversão e faz com que as pessoas aproveitem mais o produto.

Então, da próxima vez que alguém oferecer um pacote desse ou de qualquer outro salgadinho que faça muita sujeira, não recuse só para evitar manchar a sua roupa. A sujeira da guloseima faz parte da diversão.


Fonte(s)
Imagens
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Agora no Blog!

Total de visualizações de página

Danka na Amazon!

Siga Danka no Instagran

Danka no Wattapad

Curta Danka no Facebook!

Seguidores

Danka no Google+

Confissões Com Um "Q" De Pecado

Entrevistas

Danka no Google+!

Danka no Twitter

Danka no Skoob

Seguidores

Arquivo do blog