Boto: O Prazer Vem Das Águas no Amazon!Confira!

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

Estudante responde a comentário racista sobre namorado em texto e é ameaçada de morte

Ashlyn e o namorado Ra’Montae em imagem postada no Facebook da estudante (Foto: Reprodução / Facebook)"Estou namorando um homem que me ama incondicionalmente", escreveu Ashlyn Sullivan em seu blog, em publicação que viralizou nos EUA. Comentários a ameaçam de morte e sugerem que ela cometa suicídio



A americana Ashlyn Sullivan, uma estudante e garçonete de 20 anos de Wichita, no estado norte-americano do Kansas, inesperadamente se viu no centro de um debate sobre racismo após escrever um texto em resposta a comentários racistas contra o namorado, que é negro.

Num texto que se tornou viral nos Estados Unidos, publicado em seu blog, Ashlyn explica que ela e o namorado, Ra’Montae Green, nunca haviam vivido situações de preconceito nos dois anos em que estão juntos. Tudo mudou no último dia 22 de dezembro, quando ela estava trabalhando como garçonete num bar.

Segundo Ashlyn, ela estava servindo uma mesa com seis homens bêbados que começaram a assediá-la e fazer comentários sobre seu corpo. Ela, então, teria pedido que parassem e dito que tinha namorado e eles sugeriram que ela estava mentindo. Ashlyn, então, teria mostrado uma foto de Ra’Montae no celular.

“Nossa, moça, por que você está saindo com um crioulo? Ele não deve saber te tratar direito”, teria dito um dos homens, segundo ela. Ashlyn diz que, na hora, apenas chamou o cliente de “racista”, mas depois decidiu escrever um texto em resposta a todos que pensam como ele.

“Quero deixar uma coisa bem clara: eu não estou namorando um crioulo”, diz a jovem no início do texto, sob o título “Eu não estou namorando um insulto racial”. “Estou namorando um homem de pele escura e cabelo crespo. Um homem respeitável e trabalhador que faz qualquer coisa para me ver sorrir no fim do dia”.

  •  
Ashlyn eRa’Montae, que estão juntos há dois anos (Foto: Reprodução / Facebook)


“Estou namorando um homem que nunca foi preso, que não age feito um idiota. Estou namorando um homem humilde, alguém que muitas vezes pensa antes nos outros do que em si mesmo. Estou namorando um homem que ama motos e música. Um homem que tem futuro”, continua Ashlyn.

Após enumerar diversas qualidades do namorado, como seu “grande senso de humor”, a habilidade para cozinhar, entre outras, e dizer que ele a ama incondicionalmente, a americana pede que as pessoas “acordem” e parem de julgar os outros com base na cor da pele.

“Por que as pessoas se importam? Por que fazer disso um problema? Por que falar de raça? Somos todos humanos, não importa a pele, cabelo ou cor dos olhos... todos temos sangue vermelho. Eu não entendo a ignorância de certas pessoas nesse mundo.”

Em um único dia, o texto teve mais de 300 mil visualizações. Muitas parabenizando a jovem pela defesa do namorado. Não demoraram, no entanto, a aparecer também xingamentos e até ameaças contra Ashlyn e Ra’Montea.

Um dos comentários cita trechos da Bíblia para dizer que Deus condena relações entre pessoas e “animais”. Outro acusa a estudante de estar “poluindo” seus genes brancos se relacionando com um negro. Um terceiro chega a ameaçá-la de morte, enquanto outro sugere que Ashlyn se suicide.

Ao site Kansas.com, Ra’Montae disse que a namorada caiu no choro ao ler os comentários no blog. “Ele me disse para não me importar com o que as pessoas dizem escondidas atrás de um computador”, afirmou ela.

“Eu sei que em alguns lugares de Wichita o racismo pode ser algo bem ruim”, disse o rapaz. “Mas fora esse episódio há um mês, a única vez que tinha visto pessoas sendo tão racistas foi em filmes.”



Fonte: Revista Marrie Claire