Boto: O Prazer Vem Das Águas no Amazon!Confira!

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

6 mitos ou mentiras sobre a religião Wicca

Você sabe o que é Wicca? Para quem não tem conhecimento, trata-se de uma religião reconhecida em 1986, mas que muitos dizem ser a mais antiga do mundo. Nela, os homens e as mulheres interagem com a natureza em festivais conhecidos como sabás que celebram os ciclos da vida e afirmam o poder sobrenatural (como a magia).
Os wiccanos se consideram bruxos e bruxas e, segundo eles mesmos, são um grupo incompreendido pela sociedade e pelas outras religiões. Existem várias crenças sobre a Wicca que estão muito desatualizadas ou são completamente falsas, dizem as pessoas que são membros. Confira aqui seis equívocos sobre a bruxaria e os seus adeptos segundo alguns livros.

Wiccanos adoram o diabo

Graças à ignorância de muitas pessoas, os seguidores da Wicca são muitas vezes confundidos com os satanistas, mas a verdade é que os adeptos dessa religião não acreditam no demônio. Aliás, os conceitos do diabo e do inferno fazem parte da teologia cristã e nunca existiu na Wicca, de acordo com o livro "Crenças e Práticas da Wicca".
Além disso, os wiccanos também não acreditam em um Deus único, todo poderoso, mas sim em vários deuses e deusas, segundo a "Wicca Essencial". Assim, a prática é uma religião politeísta, entrando na mesma categoria que outras religiões, como o budismo e o hinduísmo. Portanto, wiccanos não adoram o diabo de forma alguma.

A Wicca tem uma "bíblia negra"

De forma alguma, tanto que os wiccanos não seguem nenhuma bíblia. O que pode estar em questão é o "Livro das Sombras" (LdS) do qual muitos seguidores fazem por si mesmos. Alguns mestres podem até passar isso para os seus alunos, mas esse objeto pessoal serve como um livro de referências para os wiccanos, de acordo com o "Viver para Wicca".
O LdS também é conhecido como o livro espelho ou um diário mágico, mas trata-se de um livro personalizado em que os wiccanos anotam informações e registros que eles achem úteis para praticar a fé. Isso não é obrigatório para os seguidores, mas quem deseja fazer escreve sobre os mitos, cerimônias, feitiços, rituais, registros de sonhos, entre outras coisas.

As bruxas são do mal

Foi graças a esses sentidos negativos sobre a palavra bruxaria que alguns adeptos da Wicca pararam de referir a si mesmos como bruxos e passaram a receber o nome de wiccanos, de acordo com o livro "Wicca de A a Z". É bom que se saiba que a religião se opõe ao uso de magia prejudicial e desestimula as pessoas a ferir os outros fisicamente ou emocionalmente.
Aliás, já ouviu falar na "Lei Tríplice"? Essa é a diretriz ética que os wiccanos acreditam. Ou seja, tudo o que desejamos para uma outra pessoa, hora ou outra, retorna para nós mesmo três vezes mais forte. Portanto, a Wicca prega que devemos desejar sempre o bem para recebermos o mesmo. É o que diz o livro "Espiritualidade Wicca".

A Wicca não é uma religião verdadeira

Claro que é, tanto que a Wicca foi reconhecida pelo governo dos Estados Unidosda América como uma religião oficial, contando até com feriados da religião que variam de estado para estado. De acordo com o Departamento de Educação de Nova Jersey, hoje em dia já são reconhecidos cerca de oito feriados wiccanos.
Entre eles, está incluso o Mabon, feriado que marca o início do outono e é comemorado no dia 23 de outubro. Nesse dia, crianças wiccanas são dispensadas de frequentar a escola para a comemoração. Além desse, existem alguns outros, mas que são desconhecidos pela maioria da população.

Wicca é uma religião antiga

Você vai se surpreender ao saber que não, ela não é uma religião antiga. Embora a Wicca seja baseada em crenças antigas, incluindo elementos do paganismo e espiritualidade baseada na natureza, ela foi fundada pelo antropólogo Gerald Gardner no início de 1950, de acordo com o livro "Grupos Mágico-Religiosos e Atividades Ritualísticas".
"Wicca é uma religião nova que combina sobreviventes de tradições folclóricas e elementos mais modernos. Ela é vagamente baseada em ritos ocidentais europeus e rituais pagãos que foram realizados ao longo dos séculos, antes, durante e depois de Jesus, com a reverência da natureza, ciclo das estações, celebração da colheita e o ato de fazer magia", segundo a "Wicca para Iniciantes".

Wiccanos sacrificam animais

Leve em consideração que a Wicca é considerada uma religião baseada na natureza. Dessa forma, os seus seguidores são incentivados a amar e respeitar todos os seres vivos. Os wiccanos fazem oferendas para os seus deuses escolhidos, sim, mas esses sacrifícios incluem pães, frutas, vinhos ou flores, segundo a "Bíblia da Wicca".
"Nós bruxos amamos animais. Nós nunca prejudicaríamos ou mataríamos esses seres em nossos rituais e magias. Aliás, sacrifício de sangue de qualquer tipo é contra a nossa lei. Isso de olho de salamandra e pé de sapo é um absurdo inventado", de acordo com "O Livro de Bolso da Wicca".