Quem sou eu?

Danka Maia é Escritora, Professora, mora no Rio de Janeiro e tem mais de vinte e cinco obras. Adora ler, e entende a escrita como a forma que o Destino lhe deu para se expressar. Ama sua família, amigos e animais. “Quando quero fugir escrevo, quando quero ser encontrada oro”.

Dona de Mim


Eu já fui deusa,
Já fui louca,
Andei sem roupa
na avenida
principal da cidade da vida.

Eu já sonhei,
E já vivi de verdade,
Desconfiei da minha vaidade,
E me entreguei a alguém que jamais me amou.

Eu já fui santa,
Hoje não mais sou,
Já fui pura,
Hoje sofro de amor,
Já beijei,
E ninguém me beijou.

Já fui tudo,
Nada fui,
Sou meu mundo,
Sempre fui
uma surda,
a procura de um amor.
a procura de um amor.

Hoje eu não sou perfeita,
Mas já fui eleita
a mulher mais linda
do país.

REFRÃO
Beijo,
Sua boca e o desejo,
Só aumenta.
Então beijo,
Sua boca,
E inventa me beijar também.
(BIS)

Já fui boa,
Hoje sou má pessoa,
Já fui pura,
Hoje sou obscura,
Não tem cura,
O que houve comigo,
Não amei e amar não consigo.
(BIS)

De santa a pecadora,
De pura a malfeitora,
De peste a coisa boa,
Do leste ao oeste à toa.

Dividida,
Por um pouco de vida,
Mortal,
Já vivi, nada mal,
Milagre,
O que houve comigo,
Não cabe na razão do mundo...
Na razão do mundo...
Na razão do mundo.
Sou dona do meu próprio umbigo.

Simon-Poeta
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Agora no Blog!

Total de visualizações de página

Danka na Amazon!

Siga Danka no Instagran

Danka no Wattapad

Curta Danka no Facebook!

Seguidores

Danka no Google+

Confissões Com Um "Q" De Pecado

Entrevistas

Danka no Google+!

Danka no Twitter

Danka no Skoob

Seguidores

Arquivo do blog