Boto: O Prazer Vem Das Águas no Amazon!Confira!

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

CONFISSÕES DE UM BANHEIRO PÚBLICO por Luiz Tamburro





NA ÍNTEGRA!

  Bom dia! Deixe que me apresente: sou um banheiro público, porque está espantado ?  Você  não sabia que banheiros podem  se comunicar ? bem, decerto que vc não pode nos ouvir, mas nós banheiros, nos comunicamos com você visual e fisicamente ( quando estamos limpos, sujos, mal cheirosos ... ).
                    Sabe, vejo muita coisa nesta minha vida e cada uma terrível, é certo que já vi também coisas interessantes e outras até  mesmo emocionantes.
                    Por isso ando um tanto depressivo... Posso dizer até que... "às raias da loucura... “  nós banheiros somos muito solitários e, não tendo com quem conversar, desenvolvemos a capacidade de nos comunicar telepaticamente... Desta forma conseguimos trocar informações e impressões entre nós, numa tentativa de aliviar nossas tensões diárias e evitar até um stress, o que causaria um entupimento de nossas  “ veias “, há, sim, de nossos canos ( como vocês conhecem ), o que certamente traria sérios transtornos aos humanos  ( humanos ? ).
                     Eu sou um banheiro público subterrâneo dos mais antigos da cidade, fico numa praça e creio que eu tenha uns 100 anos... Sério.... Já estive uns anos fechado, virei casa de mendigos, já aconteceram inclusive alguns crimes e pequenos delitos no meu interior ! Mas já passei por muitas reformas, já fui todo  “ quebrado “  várias vezes e me “ refizeram “ outras tantas ...            Também já perdi as contas de quantas vezes fui e sou depredado pelas madrugadas...  No carnaval então... Nem – te - falo !!!
                      Acho que estou ficando velho, ando depressivo, às vezes saudoso... Se não fossem as experiências de meus amigos talvez eu já tivesse estourado minhas “ veias “ entupidas e estaria hoje em estado terminal, se bem que estou bem próximo disto...
                      Mas, embora eu troque experiências com meus companheiros, me senti na necessidade de conversar com um humano           (  humano ? )... Desculpe a interrogação, mas acontece que os humanos são os grandes culpados da minha depressão e, tenho certeza, da depressão de meus companheiros, porque, sabe... Nós também temos sentimentos.
                       Vou lhe contar tudinho, pode ser que você se consiga nos ajudar ou ao menos tentar melhorar um pouquinho nossas condições de trabalho, já que nem de um sindicato dispomos.... É o seguinte:
  Há uns cem anos, quando fui inaugurado fizeram uma grande festa, pois passei a ser o marco da civilização para a nossa cidade, poxa, vieram as maiores autoridades da cidade, os nobres, os homens vestiam ternos e chapéus, as senhoras com seus longos e rodados vestidos e chapéus europeus... Uma belezura... Lembro bem do governador discursando:


_ prezadas autoridades, senhores e senhoras de nossa amada e auspiciosa cidade! Estamos reunidos aqui para a grande inauguração daquele que será o marco e que, aos moldes das grandes cidades europeias, nos elevará ao posto de cidade civilizada,... O primeiro banheiro público do rio de janeiro.... blábláblá... Dotado das mais modernas instalações do momento....
Teve comes e bebes, sarau e o escambau... Muita badalação para a época... Mas depois... Não me lembro de nenhum  “ nobre “ ou autoridade me utilizando, pelo contrário, até me evitavam, passavam o mais longe possível...
As pessoas simples das ruas, descamisados e mendigos eram os únicos  “ usuários “ das minhas dependências, talvez este tenha sido o motivo pelo qual  os mais abastados não me utilizassem... Nunca entendi isso, porque, até que eu saiba, pobres e ricos fazem as mesmas coisas no banheiro... Ou será que existe alguma diferença ?
Hoje, particularmente, estou triste. Nesta madrugada um grupo de homens bêbados entrou aqui falando de uma forma tão estranha que eu até pensei que fossem mulheres... Falavam cada coisa ! Gesticulavam muito, parecia que seus pulsos eram de borracha, de tanto que o balançavam para lá e para cá... Depois, quando reparei melhor, fiquei totalmente confuso, pois, eles usavam roupas de mulher ( inclusive as íntimas ), alguns ostentavam seios, mas, ôôô ... Bem, como vou dizer... Aquilo que faz a diferença entre sexos... Sabe ? Era de homem !!! Que confusão !!! Prá dizer a verdade, “ pirei na carrapeta ! “ olha, gente, nem dormi de tão confuso... e o pior as coisas que faziam não eram coisas que homens devam fazer com homens...
Procurei ajuda com meu companheiro do banheiro feminino e ele me disse que aqueles homens ( homens ? ) eram chamados de homossexuais ou, mais popularmente de gays... Meu deuuuussss !!!!  É o fim do mundo !
Ele me contou que são homens ( homens ? ) que além de se travestirem de mulher, agem como mulher, e até mais exageradamente, e se acham mulher ! Disse-me que muitos se mutilam, colocam um tal de silicone, ( será que é o mesmo que usam aqui na minha limpeza ? ) para imitar seios, “ encher “ nádegas e até operam e retiram o órgão masculino !!! Nunca poderia imaginar tal coisa... Sim, não posso negar que nestes quase cem anos de existência não tenha entrado aqui um ou outro homem ( homem ? ) mais delicado e que um ou outro não tenha se portado um tanto inconveniente, mas... Agora a coisa ficou muuuuuuuuuito estranha.... É uma pena... Sempre achei o homem forte, viril e... Macho... Meu companheiro ainda me disse outra coisa que acabou de arrepiar minhas canalizações... Que também existiam mulheres que se vestiam e portavam como homens... será que tenho que rever estes meus conceitos ?
O pior é que ainda recebi uma notícia que para alguns poderia ser de pura felicidade, mas, confesso que fiquei triste e apreensivo... Meu companheiro, o banheiro feminino, disse-me que ouviu eles falarem que estava “ tramitando “  na câmara de vereadores uma lei que nos daria um “ irmãozinho ... “ , não entendeu ? Estavam para criar um banheiro para gays ! onde será que vamos parar ? Como serão as placas ... Damas, cavalheiros e “ tanto faz “ ?
bem, se é para me alegrar, pelo menos sei que a família vai crescer... aliás, sei que minha “ estirpe “ está fadada a quase eternidade, pois enquanto houverem homens, haverão banheiros !              ufa ! ainda bem, minha descendência está garantida !
mas meu companheiro também se mostrou saudoso do tempo em que mulheres, embora simples na sua maioria, o utilizavam cheias de “ coisinhas “ com sua higiene... ele contou que se divertia muito com as fofocas em suas dependências e riu muito quando uma delas, depois de fofocar e contar para outra que havia traído o marido disse:
_ há, se banheiro falasse !!!

O engraçado é que ele “ pensou” : _ eu não falo.. Mais ouço tudo !!! Pensando bem, sabe que aquela mulher disse algo                                             interessante ?  já pensou se nós falássemos ? Talvez agora eu e meu companheiro não estivéssemos passando por esta depressão, pois, toda vez que alguém fizesse algo errado aqui dentro eu gritaria: _ ô cara, não joga o papel no chão,  não !...  Ou  então: _  seu porco, puxe a descarga ! ...   Melhor ainda: _ seu porcalhão, tá pensando que está em casa ???   Bem, no mínimo ia me divertir um bocado e ia me sentir muitíssimo aliviado !
Então eu, que precisava de conselho, acabei por chorar junto com meu amigo... chorei muito, até que alguém entrou e... Fechou as torneiras...
Amanheceu o dia e eu me sentia cheio de “ olheiras “... Estava todo molhado, sujo e mau cheiroso... as pessoas que entravam pulavam as poças e xingavam cada vez que mexia numa torneira quebrada ou usava um vaso “ lotado “... hug ! Nem eu aguento !
Sabe ? Uma vez eu me aborreci... Fiquei enraivecido com tanta sujeira que  jurei que encararia o primeiro que entrasse, mas com educação, pois ao contrário dos homens ( homens ? ) eu sou muito educado e falaria para ele:

­_” caro amigo... eu sou um banheiro... há, sim, sei que você me conhece... sabe... eu já tenho péssima fama: sujo, fedorento etc. e o pior é que eu não me sujo sozinho ou cheiro mal à toa... eu sou usado para que você tenha sua higiene impecável, mas, à julgar pelo estado que você me deixa  me vejo como o seu espelho ! isso me dói muito, eu não mereço ! então, caro amigo, se você realmente se preocupa em tratar bem da sua higiene, trate da minha... aí sim, eu me orgulharei de ser o seu espelho... “

Entrou o primeiro e quando ele se colocou de frente para minha parede e com uma mão se escorou nela e com a outra... bem... estava  se aliviando, eu olhei bem para os olhos dele e... não saiu nada... banheiro não fala... fiquei um tanto decepcionado comigo mesmo e irado quando ele  saiu  “ balançando “ e molhando tudo com as últimas gôtas...
com meus  “ olhos marejados “  passei a olhar para meus membros, vasos, pias, mictórios... quanta  decadência... tampos quebrados e sujos, vasos entupidos de... você sabe o quê... torneiras sem carrapetas que choravam sem parar... nichos sem portas...                               “ jornal higiênico “  espalhado por todo canto... e minha depressão se acentuando...
quando pensei que estava na pior, um outro amigo, o banheiro da rodoviária me chamou:

­_ oi, publinho... tô te sentindo muito triste... posso te ajudar ?
respondi: _ só se a sua situação for melhor, expressinho, porque a minha... tem acontecido algo aí que me dê alegria e levante o meu moral ?


_  eu sinto muito por você, mas eu sou o banheiro mais feliz do mundo !

_  eu sei, vc é um banheiro terceirizado ... disse eu.

_  é... ( disse ele com entusiasmo ) coisa de 1º mundo ! aqui tem uma empresa que é paga para cuidar de mim o tempo todo, as pessoas que entram aqui tem que pagar, um xixi custa hum real ! imagine para tomar banho ou o  “ nº 2  ! “. não falta papel, não tem torneira quebrada ou vasos sujos... toda hora tem gente esfregando o chão ou limpando os sanitários...

_ se você acha que está me ajudando, esquece... só me deixou mais deprimido ainda e com inveja de você... você é um banheiro de sorte, já nasceu com o vaso prá lua ! ( comentei louco de inveja ).

Tá vendo só ? uns com tantos, outros com pouco e eu, um banheiro centenário, sem nada...
Resolvi então entrar em contato com outros banheiros para saber quantos estão como eu... me esforcei telepaticamente e consegui contato com o banheiro de cinema !

_ fala aí, companheiro glamouroso ! tudo bem ?                          ( perguntei )

_ bem nada ! ( respondeu ele ) estou passado, nunca pensei que acabaria meus dias com tanta decadência !

Perguntei: _ mas o que houve glamouroso ?

_ acho que ser banheiro de cinema é pior que ser banheiro público como você...  é a pior coisa do mundo ! Você nem imagina... Passo o que você passa aí e ainda pior, pois às vezes as coisas acontecem durante o dia... e quando é filme pornográfico ! Fico apavorado... Medo de engravidar... pegar AIDS... ( disse ele exagerando )

_ banheiro não engravida amigo e nem pega AIDS... Isso é coisa para humanos ( humanos ? )... Disse-lhe divertidamente.

- sei, mas se engravidasse, nem sei quantos filhos já teria... E se pegasse AIDS eu não teria a mínima chance de sobrevivência !

Deixei meu amigo com os problemas dele com a nítida sensação de que eu realmente podia ter esperança... Eu não era um banheiro de cinema. Mas continuei a minha busca...

_ como vai, amigo atlético ? ( este era meu companheiro, o banheiro de estádio de futebol )...

Ele me respondeu como um comentarista de TV conhecido: _ alô, amigos banheiros públicos, estamos mais uma vez falando diretamente do maracanã, informamos que estamos totalmente reformados, mas os torcedores continuam nos usando indevidamente, urinando nas paredes, pixando-as etc, etc, etc... mas esperamos ter uma bela partida de futebol....

_ mas, atlético, não é de futebol que quero saber...

_  bom amigo, telepatitador ( disse misturando as coisas ), a análise de hoje é baseada em fatos já aguardados durante toda a semana, jogarão aqui hoje, o vasco e o flamengo... a expectativa deste banheiro reformado é a pior possível... Isto é, previsão de batalha campal dentro do meu recinto, sem contar o mau uso do mesmo... Da parte do vasco, sei que ao final estarei cheirando a bacalhau sem banho à um mês... Da parte do flamengo a previsão é de invasão de flatos com aroma de urubu morto a trezentos anos... Ai ... Não sei o que é pior...
É, meu companheiro atlético, também não vai ter um bom fim de dia... Realmente ele será torturado pelos torcedores que, certamente, ao entrarem no banheiro, torcerão mais que nunca... O nariz...
Consegui contato com meu amigo banheiro de ônibus de turismo:

_ como vai, apressado ? ( este é o nome dele )

_ vou indo... ( respondeu – sem trocadilho )

_ desejo saber de suas condições... se  está feliz, triste...

_ bem, prá dizer a verdade, nem sei muito bem como  estou... Só vivo correndo... Mas o fato é que acho que sou tão apertado que não dá nem para me sujarem tanto...  Talvez também seja pelo fato de que à toda hora alguém precisa de mim, então o que está dentro não demora... Você entende, não ?

Há, esse apressado, nunca tem tempo para conversar direito... mas pelo menos dá para sentir que a situação dele não é das piores. bem, pelo menos ele viaja, passa por novos lugares todos os dias, conhece novos usuários, deve ser ruim mesmo quando é uma viagem longa... Não deve dar vazão... He, He... Não quero nem pensar...

_ ei, amigo publinho ! ( me chamaram )

_ quem é ? ( perguntei )

_ sou eu, o folião !

_ há, é o amigo banheiro de escola de samba ! Como você vai ?

_ há meu irmão, cada dia que passo eu danço mais... É um entra e sai danado... Nunca vi fazerem tanto xixi... Dizem que é a tal da cerveja...
_ já ouvi falar, o amigo banheiro de bar fala muito dela...
_ pois é... Isso aqui é uma loucura... Fora o barulho e a depredação... Aqui não dá nem tempo de me limparem... Eles passam a noite toda fazendo xixi e ainda varam a madrugada ! Outra coisa, você está preocupado com aquela lei do banheiro gay? Pois, eu ouvi falar de um banheiro de escola de samba que já tem o  que eles chamaram de        “ banheiro alternativo “ ... Mas o maior problema aqui são os agarramentos na porta, toda hora sai uma briga, uns querem entrar, outros sair e fica um monte  de gente na porta se agarrando... há, meu amigo, não tenho sossego... e quanto mais perto do carnaval, menos eu durmo...

Já estou começando a me achar um felizardo... Mas quando eu penso que existe solução aparece um pior que o outro...  Outro dia eu estava pensando na nossa evolução... Você, leitor, já conhece a história da nossa criação ? nãããããão ? não conhece a famosa teoria da evolução dos banheiros ?  Vou te explicar... Os cientistas descobriram, após anos e anos de pesquisas científicas e também arqueológicas que os nossos ancestrais, aliás, os primeiros banheiros tinham uma relação muito forte com a natureza... Bem, prá dizer a verdade... Eles eram a própria natureza. Mas imaginem só que maravilha para o homem ( homem ? ) : observar os pássaros, as flores enquanto estava de cócoras se  “ esvaziando “ ... Bem, o único problema era a respeito da falta de papel higiênico, né ! ... Haja folha !  Também creio que deveria ter, já naquele, tempo alguma discussão sobre preservação da natureza, afinal o produto do homem deve ter sido utilizado como  “ adubo orgânico “ ... He, He, He...
Mas tudo evolui… e o buraco no solo foi uma  “ grande sacada “ do ser humano ( humano ? ), ele fazia as suas necessidades no buraco e o tapava ( será que tapava mesmo ? ) .... dizem que em alguns países mais pobres da áfrica ainda fazem isso...
Depois evoluímos para o que se tornou uma febre entre os humanos ( humanos )... um banheiro portátil, muito útil, prático, lavável ( se bem que muitos nem o lavavam )... que podia ser guardado em qualquer lugar... o penico !!!!  hiiiii, vocês nem imaginam o sucesso que foi o penico... foi tanto que os reis mandavam fazê-los de ouro, prata...  Por isso foi magnaminamente apelidado de  “ troninho “ ...
Rapidamente  crescemos e chegamos ao vaso sanitário... há, esses romanos... Mas, foi só depois de alguns anos de inventado que cheguei aqui no Brasil, foi aí que eu nasci, é o que vocês chamam de inaugurado, é verdade... E eu vim completo... Vaso, torneiras, pias... Tudo moderníssimo para a época como eu já contei anteriormente.... Embora eu hoje esteja um pouco obsoleto, sim, tenho irmãos muito mais modernos... Banheiros químicos, destes que tratam os dejetos antes de eliminá-los no esgoto, torneiras automáticas que abrem com o aproximar das mãos, mangueirinhas para substituir o papel higiênico... e hoje, nem de toalhas precisa mais, já à alguns anos existe um secador de mãos elétrico, até os chuveiros funcionam por aproximação !!!  É, e eu pensei que ia ser o melhor para sempre...  Dizem que no Japão tem até banheiros inteiros portáteis... Tipo do que se fala com ele e ele responde! Que inveja!!!
Quanto eu mais penso na nossa evolução, mais eu sonho... Gostaria de ser um banheiro, pelo menos,  com azulejos vitrificados, com tudo automático, que falasse como os dos japoneses... haaaa... seria a glória...
Mas, eis que o companheiro banheiro de avião me chama:

_ fala aí jatonildo !

_ e aí, publinho, tô vendo que você está em crise de novo... Parece até aeroporto brasileiro...

_ pois é amigo... Esta minha depressão... Você é que deve estar bem... Voa prá lá e prá cá o tempo todo... Tá sempre de olho nas comissárias e aeromoças...

_ esta é a melhor parte, mas também tem os pilotos, os passageiros, as crianças... Tem dia que é uma loucura... e quando a comida do avião causa um  “ piriri “ nos passageiros ?  nem pense... Tem passageiro que esmurra a porta aos gritos... Tem hora que me assunto e já levanto as mãos achando que é sequestro...

_ tá certo companheiro... Tenho certeza que ainda assim você deve se sentir nas nuvens...

_ sempre estou no ar, mas agora me desculpe... O avião vai decolaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaarrrrrrr...

Que voz estranha é esta que estou ouvindo... Não reconheço... Não é de um banheiro...

_ e não é mesmo! ( gritou alguém ) sou uma árvore e já não aguento mais ser tratado como banheiro !

_ eu também! ( gritou um poste ) já não basta os cachorros me urinarem, ainda tenho que aguentar bêbado encostado colocando os “ bofes para fora “ ...

_ mas aí não! Não posso aceitar isso! Vocês tem licença para ser banheiro? Querem tirar meu emprego? ( exagerei eu )

_ não, seu banheiro, é justamente o contrário... Não queremos ser banheiros, somos o que somos e temos nossa função própria... Na realidade o que está acontecendo é que estamos acumulando funções... Quer um exemplo? O senhor faz fotossíntese?          ( perguntou a árvore )

_ eu não... Nem sei o que é... ( respondi )

_ o senhor ilumina as ruas? ( indagou o poste )

_ não... Também não... ( respondi )

_ pois é... Nós fazemos a nossa função e ainda nos obrigam a fazer a sua ! Estamos estressados !!!!   ( gritou o poste ).

 Pois é... Fico pensando que talvez, para o homem ( homem ? ), banheiro não seja algo físico e sim um conceito... É verdade... Olha só, da minha porta da rua já vi motoristas de ônibus urinando escondido na roda do seu ônibus, já vi mães colocando seus filhos e filhas menores para urinar em qualquer canto, já vi até, pasmem, pessoas à noite, defecando na calçada... tudo isso de frente prá mim, que fui construído para isso.. Por isso eu acho que uma boa parte dos homens ( homens ? ) achem que eu não passe de um “ conceito “ , devem pensar assim:                        “ banheiro é qualquer lugar onde você deseje fazer suas necessidades fisiológicas “. deve ser alguma coisa, tipo... Túnel do tempo,  “ a volta às origens ancestrais ,,, “ rsrsrsrsrsrs...
Ah, se a moda pega... não precisarão mais de banheiro...  acho que estou mais depressivo que antes... Há, se eu pudesse tomar um       “ lexotan “ prá dormir... eu bem que precisava de uma boa noite de sono, mas como dormir com este entra e sai, com a barulheira e com as pornografias noturnas ?
O que estes vereadores fazem na câmara ? ao invés de tentarem aprovar um banheiro prá gay, deveriam fazer uma que proibisse  qualquer um de fazer necessidades à noite em qualquer lugar... Ia ser tão bom.... Se eu pudesse dormir cedo... Iria acordar de bom humor, cantarolando com minhas descargas em plenos pulmões, talvez meus entupimentos diminuíssem... Não me aborreceria nem com a molhadeira do “ respeitável público ... “
Mas, ainda resta uma esperança, tenho certeza ! Tudo o que existe está em plena evolução ! e assim como um dia eu já fui o mais moderno dos banheiros e sei que existem outros muitíssimos mais modernos hoje, tenho fé de que num breve tempo serei reformado ! quem sabe não volto aos meus tempos dourados, talvez até me reinaugurem com bandinha, prefeito discursando, vereador puxando saco... De repente o presidente aparece e junto com sua esposa cortem a “ fita “ da reinauguração.... Serei então novamente o marco da civilização desta cidade !
É isso aí !  Vou crer desta forma !  publinho ( falei comigo mesmo ), pensamento positivo... Cruze os dedos !
Mas, ao mesmo tempo... Penso com os meus botões, eu que tinha uma imensa consideração pelo homem, acabei me decepcionando, com o passar dos anos acompanhei tantos homens ( homens ? ) falando bonito, outros tantos discursando sobre educação, um monte deles falando sobre atos de heroísmo... Que eu me “ apaixonei “ pelo homem                   ( homem ? ), para mim ele era tudo... Só existia ele... Em meu conceito era nota mil... Mas vou sentindo a realidade e, estes mesmos homens foram e são responsáveis pela minha decepção.
Hoje eles entram no banheiro e me ofendem:

_ que banheiro sujo...
_ que horror...
_ parece banheiro de bêbedo!

Eles depositam em mim toda a culpa pelo estado do banheiro, quando são eles próprios que me deixam assim... Sujo, fedorento, molhado... Quanta hipocrisia, não percebem que o ambiente em que vivem é espelhado pela forma que vivem... Se são limpos, asseados, perfumados... o ambiente será igual... Mas não é o que se vê...
Chega de opressão... Vou me rebelar contra a hipocrisia humana ( humana?)vou atingi-los em seu próprio terreno... Vou juntar meus companheiros, os banheiros domésticos, que são numerosíssimos, faremos um grande exército... Recusaremos-nos a abrir nossas torneiras e chuveiros, bloquearemos as caixas de descarga, entupiremos nossos vasos sanitários, melhor, jogaremos tudo o que desceu pelo esgoto de volta, é isso aí, “ transbordaremos “ as fezes pelo chão até escorrer para os outros cômodos das casas... Quero ver se num instante eles não mudam a forma de nos tratar... Exigimos respeito ! Vou fazer isso agora mesmo ! tenho certeza de que se moverão todas as autoridades sanitárias e políticas à nosso favor e mandarão reformar todos os banheiros do país !
Ei... Que placa é aquela que estão descendo do caminhão da prefeitura ?  Não dá prá ler... Será que os homens ( homens ? ) ouviram minhas reivindicações ? Já ? Tão rápido ? Poxa... finalmente serei reformado... é... é uma placa de reforma... Deixa eu ler... Não tô conseguindo... Há, já estão levantando a placa... Falta bem pouquinho para eu poder ler...
Meu deus... Que isso, não pode ser verdade ! Não, não pode ser isso... A placa diz:

_ prefeitura municipal da cidade do rio de janeiro. Obra de reurbanização da praça central. objeto da obra: calçamento, jardins, play ground, quadra poliesportiva e chafariz... E o banheiro ??? Onde fala do banheiro ???  O que é um chafariz ???

Comecei a ficar apreensivo... A placa falava de um monte de coisa... Menos de mim ! será que me esqueceram ? Afinal o que é este tal de chafariz... quem poderia me informar ? vou perguntar aos meus companheiros...

_ ei, amigos, alguém sabe o que é um chafariz ??? ( perguntei coletivamente )

_ por que você quer saber ?  ( indagou o banheiro do terminal de ônibus )

_ é porque colocaram uma placa aqui na minha praça e nela diz que construirão um chafariz... ( disse – lhe )

_ é mesmo ?  e não fala sobre sua reforma ? ( perguntou-me de novo )

_ nem me cita... ( disse apreensivo )

_ iiiiiihhhh, amigo,a evolução chegou ao seu pedaço... isso é mau...  ( com ar de preocupação )

_ é? A evolução ... O progresso ? Mas afinal o que é isso, esse tal chafariz  ?        ( perguntei com curiosidade )

_ é uma espécie de laguinho que jorra água para cima o tempo todo ...  ( disse-me ele )


_ há, sim, que susto que você me deu... Pensei que fosse outra coisa... se é a evolução, o progresso, tudo bem... estou esperando isso há muito tempo... Quem sabe desta vez os homens ( homens ? ) somente esqueceram de me colocar na placa ? Vai ver que agora me reformarão e eu serei lindão de novo... Mas... Prá que serve mesmo este tal de chafariz ?


E ele me disse em tom fúnebre: _ é um banheiro prá mendigo....