Boto: O Prazer Vem Das Águas no Amazon!Confira!

segunda-feira, 28 de março de 2016

Padre Fábio de Melo se emociona ao falar sobre polêmica envolvendo travesti



O padre revelou que terminou ficando amigo de Luana Muniz (Reprodução/ Instagram)
Sucesso nas redes sociais, o padre Fábio de Melo participou do ’Programa Eliana’, do SBT, neste domingo (27) e se emocionou ao relembrar um polêmica ocorrida em 2015, quando ele apareceu em uma foto ao lado do travesti Luana Muniz, no aniversário da cantora Alcione, e admitiu que se sentiu envergonhado por ser preconceituoso.
“A coisa que eu mais acho odiosa, como religioso, é toda vez que eu tenho a oportunidade de ver um instrumental religioso sendo usado para que a gente se sinta melhor que os outros. E eu confesso que quando encontrei a Luana - inclusive hoje corrijo a linguagem, porque no dia que eu dei essa palestra a minha ignorância me disse para chamá-lo de ‘ele’ -, senti toda aquela rejeição dentro de mim, sabe? Porque não foi natural, eu não quis estar perto dela”, contou o padre Fábio de Melo, com os olhos cheios de lágrimas.
O padre Fábio de Melo concluiu a história revelando que terminou ficando amigo de Luana. “Confesso que na hora que eu senti que eu rejeitava aquela criatura, que eu não era capaz de amá-la como Jesus amaria se estivesse ali naquele lugar, e eu me senti um fracassado. Porque tantos anos como cristão e eu me lembrei da minha mãe, de tudo o que ela me ensinou na vida, e se tem uma coisa que eu aprendi com ela, é isso, que não tenho o direito de me sentir melhor que ninguém. Eu acho que existem questões humanas que nos distanciam demais por causa disso. O outro estudou menos que eu, o outro tem uma escolha sexual diferente da minha… nada, absolutamente nada, deveria ser um impasse para o nosso encontro. "Eu fiquei amigo dela. Então de vez em quando a gente se fala. Logo no nosso primeiro contato ela me disse que tinha sido uma avalanche na vida dela, porque ela também não esperava aquilo, e o que foi mais interessante, uma iniciativa da Arquidiocese do Rio de Janeiro em ligar para ela, em procurar conhecer o trabalho, em oferecer ajuda. E ela disse: 'padre, o senhor não faz ideia do tanto de carolas, de beatas que vieram aqui querendo ajudar o nosso projeto’. Isso aconteceu e eu me sinto um vitorioso”, concluiu ele.


Fonte:yahoo