Quem sou eu?

Danka Maia é Escritora, Professora, mora no Rio de Janeiro e tem mais de vinte e cinco obras. Adora ler, e entende a escrita como a forma que o Destino lhe deu para se expressar. Ama sua família, amigos e animais. “Quando quero fugir escrevo, quando quero ser encontrada oro”.

Pode acreditar: essa mulher já 'morreu e renasceu' 13 vezes!

ReproduçãoReprodução

Você tem a curiosidade de morrer e voltar à vida? Pois não tenha. Aos 28 anos, Rebecca Morris-Roberts já morreu nada menos do que 13 vezes. “Morreu”, é claro.

A britânica que vive em Wrexham, no País de Gales, tem uma doença extremamente rara que faz com que seu coração pare de bater subitamente. Deste modo, ela é considerada “tecnicamente morta” toda vez que isso acontece, explicam os médicos.

“É uma sensação horrível, meus olhos giram, meus lábios e meu rosto ficam cinzas, meu corpo fica completamente rígido, não consigo me mexer. Então paro de respirar e começo a ter convulsões”, explicou ela ao tabloide Daily Mirror.

A vida de Rebecca sempre foi complicada por conta da síncope assistólica reflexa, doença que ela tem. Dos 16 aos 21 anos, foi a diversos médicos que fizeram piada com ela. A britânica afirma que, inclusive, chegou a ganhar o apelido de “rainha do drama”.

Apesar da doença, Rebecca tenta viver uma vida normal. E, na maioria dos momentos, consegue. Quando casou, em 2014, fez tudo que uma noiva comum faz, mas sempre com a presença de paramédicos para qualquer emergência.

“De alguma forma, o meu corpo usa a desfibrilação em si mesmo. É uma condição bem incomum e não sei o que causa, no fim das contas. Mas faço algo que alguns super-heróis fazem: me regenero!”, afirma ela, mostrando bom humor apesar da condição.
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Agora no Blog!

Total de visualizações de página

Danka na Amazon!

Siga Danka no Instagran

Danka no Wattapad

Curta Danka no Facebook!

Seguidores

Danka no Google+

Confissões Com Um "Q" De Pecado

Entrevistas

Danka no Google+!

Danka no Twitter

Danka no Skoob

Seguidores

Arquivo do blog