Boto: O Prazer Vem Das Águas no Amazon!Confira!

sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Nova moda: mulheres se barbeiam para ficar mais jovens!

preço da beleza não é barato. No século passado, tinha gente que se torturava com máscaras de tratamento que cobriam a cabeça inteira e até com depilação à base de molas e elásticos. Além disso, os padrões de perfeição podem ser muito diferentes dependendo do país e mudam com o decorrer dos séculos, além de muitos dos rituais envolvidos no processo não passarem de balela.
Mesmo sabendo de tudo isso, os especialistas e estudiosos da beleza surgiram com uma nova proposta: as mulheres devem “fazer a barba” para envelhecer melhor. Com pelos ou sem, o importante é passar a lâmina na face para proporcionar uma pele mais jovem, saudável e brilhante... Mas será que funciona?

Raspar ou não raspar: eis a questão

Enquanto os dermatologistas e médicos não chegam a um consenso, milhares de mulheres de todo o mundo já adotaram a prática. Segundo uma matéria publicada no Dailymail, o processo tem suas vantagens e pode proporcionar uma tez mais macia e saudável.
Todavia, segundo o senso comum, ao raspar os pelos, os próximos nascerão sempre mais grossos, escuros e espessos. Se isso fosse verdade, bastava passar a lâmina na cabeça de um careca para que ele “magicamente” voltasse a ser cabeludo, não é mesmo?
É importante lembrar que, assim como os homens, naturalmente as mulheres possuem penugem no rosto. Entretanto, ela costuma ser mais fina, clara e escassa. Já algumas sortudas quase não possuem esse tipo de cabelo ou os fios são tão claros que nem dá para perceber.

Segundo a National Health Service (NHS), três quartos dos membros do sexo feminino tendem a engrossar os pelos quando ficam mais velhos, principalmente após a menopausa. Além disso, o desbalanceamento hormonal e as condições como a síndrome do ovário policístico podem estimular o crescimento de penugem na face – ainda que os resultados variem dependendo muito da genética.

Pode ser uma boa

O doutor e esteticista Michael Prager defende que, do ponto de vista do antienvelhecimento, a raspagem caseira tem alguns efeitos benéficos. “É como uma forma suave de microdermoabrasão, o que encoraja a produção de colágeno, reduzindo assim as rugas. Sempre que há um tipo de trauma na pele, o colágeno é ativado para ajudar as células a se renovarem”, explica o doutor.
Prager também desmistifica a ideia de que os fios nascem mais grossos após a remoção. “Isso é um erro. Cortar o cabelo acima da raiz não traz nenhuma diferença no folículo em si, que na verdade é a parte viva que produz o cabelo e fica sob a pele”, defende.
“As pessoas pensam que o pelo está mais grosso porque ele nasce em um ângulo diferente ou de forma brusca, em vez de afilado em um ponto natural. No entanto, ele não muda em nível celular”, diz o dermatologista Neal Schultz. Ele também afirma que fazer a barba é uma das razões pela qual os homens parecem mais jovens que as mulheres quando estão mais velhos.

“A maioria dos rapazes raspa a face – e consequentemente esfolia um terço dela – regularmente durante anos. Esse é o motivo pelo qual a pele dos homens na faixa entre 30 e 40 anos parece melhor do que a das mulheres da mesma idade”, conclui.

Raspa tudo

Dizem que Elizabeth Taylor, Marilyn Monroe e até mesmo Cleópatra optaram por “fazer a barba”. Fora isso, não é preciso uma busca muito grande nos supermercados para encontrar aparelhos e produtos destinados especialmente para o público feminino.
Além das lâminas tradicionais, alguns salões de beleza japoneses oferecem serviços de barbeiro exclusivo para elas. No vídeo abaixo, você confere como é feito o processo que faz parte de uma tradição milenar do país.


O que dizem elas

Angela Garvin, de 46 anos, é uma das que adotaram a raspagem como parte da rotina de beleza diária. Ela diz que sua tez fica “macia como um bumbum de bebê” depois do processo, embora o pelo cresça mais rápido do que com uma depilação completa.
“É barato, leva segundos e não irrita minha pele, diferente de lasers ou cera”, informa a senhora. Outras vantagens apresentadas por ela é que os produtos são absorvidos mais facilmente  e que a maquiagem retém melhor. “Minha cútis está mais brilhante e macia do que esteve em anos”, completa.
Renee Daly, 52, também aprovou a ideia. Entretanto, ela não usa aparelhos de barbear, optando por uma pequena navalha especializada. “Sempre tive penugens escuras, principalmente em cima dos lábios. Já tentei descolorir e remover com cremes, mas os produtos são melequentos e fedidos, portanto decidi ignorá-los”, explica.
Renee e sua lâmina de barbear

“Depois da raspagem, minha tez fica adorável e suave. Maquiagens, soros, hidratantes, enfim, tudo fica melhor e dá à minha cútis uma cor mais saudável. Sei que não é uma coisa muito feminina de se fazer, mas qual é? Você está movendo o aparelho só alguns centímetros acima das axilas”, conclui a senhora.

Não entre nessa!

Ainda que muitas mulheres aprovem e alguns dermatologistas recomendem, nem todos amam a ideia do barbear feminino. Segundo o jornal The Guardian, isso é algo terrível.
Eles defendem que, independentemente de que as garotas façam isso para manter a pele mais suave e rejuvenescida, o processo é uma tremenda dor de cabeça. Além disso, será que as moças do século 21 teriam tempo e disposição para raspar o rosto todos os dias? Nem os homens têm.
Outro problema apresentando é que o barbear não afeta de nenhuma maneira a células da queratina que produzem o pelo. Do ponto de vista do antienvelhecimento, o processo também seria uma balela, uma vez que a tez dos homens parece mais jovem porque eles têm andrógenos que fazem com ela seja 25% mais grossa em comparação com a das mulheres.
O cinquentão Johnny Depp
A vantagem masculina não para por aí. Os rapazes produzem mais sebo, que é o óleo que mantém a pele umidificada e com aparência mais fofa. Por último, os garotos possuem uma densidade maior de colágeno do que as garotas, sendo esse um dos principais motivos pelo quais elas envelhecem mais rápido.
E você, concorda com o barbear feminino? Está pensando em adotar a prática como parte de seu ritual de beleza? Ou será que tudo isso não passa de ficção?


Fonte(s)
Imagens