Entre Quatro Paredes e Nada Mais LIVRO

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

FENÔMENO SOBRENATURAL EM ITATIRA!

O Fato a seguir coloca em "xeque" o ceticismo e o além, deixando muitas pessoas perplexas!
Junho de 2010



Um fenômeno paranormal está afetando meninas da Escola de Ensino Fundamental Eduardo Barbosa no Distrito de Cachoeira BR, no Município de Itatira [Coordenadas GPS: Latitude/Longitude = 4°31'40.52"S, 39°37'29.30"W], cidade localizada no Sertão Central a 220 quilômetros de Fortaleza - Ceará.
O caso estar deixando as autoridades do Município sem saber o que realmente está acontecendo.
O ministério que atinge adolescentes na sua maioria mulheres não tem explicação por parte da medicina.
De acordo com depoimentos das vítimas os sintomas são: dores musculares, de cabeça, sufoco no sistema respiratório, no peito, palidez, calafrio, dificuldades para caminhar, náusea, paralisia muscular, aumento nos batimentos do coração, aumento da pressão arterial, desmaio, inquietação e medo de morrer.

Localização Geográfica do Município de Itatira no Ceará:
 


O que está deixando o Secretário de Educação do Município de Itatira, Antônio Inácio preocupado, é que as vítimas de fato ficam em transe, agressivas, e ninguém sabe precisar que é.
As pessoas mais afetadas são garotas com idades entre 11 e 16 anos, sendo que após voltar ao normal, não conseguem se lembrar de nada do que aconteceu.
Os familiares, professores e amigos das estudantes quando estão presentes no momento do fenômeno, ficam apavorados, correm de um lado para outro e precisam agir com rapidez para carregá-las nos braços para levá-las aos hospitais mais próximo como Canindé, Lagoa do Mato e Madalena.

O surto iniciou-se na última quarta-feira dia 02 de junho de 2010 e se estendeu por toda a semana, sendo que até a data de hoje e hoje (09/06/2010) já alcançou 32 alunas e um aluno.
O que está ocorrendo em Cachoeira BR, ninguém sabe explicar se é um fenômeno com o ceticismo e evidência, de uma perspectiva a diversos casos misteriosos e inexplicáveis como ufologia e paranormal.
Outro ponto questionado é que, as meninas doentes se recuperam e voltam a conversar normalmente, sem que nada tivesse acontecido causando surpresa até mesmo entre os repórteres que estiveram na localidade na última sexta-feira dia 04 de junho para acompanhar o caso. Em conversa com os pais, eles parecem acreditar que Deus está mais vivo onde o mal é mais ativo.
O que pode estar acontecendo na Escola Eduardo Barbosa pode se mais complexo e inexplicável do que se imagina.

 
 Trata-se de um diagnóstico que médicos em geral hesitam em não aplicar meios, preocupados com a possibilidade de que estejam desconsiderando outras causas desconfortáveis com as imagens das meninas gritando, em transe ou ilusões coletivas.
Esse fato estar ocorrendo com frequência e atinge mais jovens adolescentes.
Para Francisca Zeneide da Silva, auxiliar de serviço da instituição educacional todas as crianças que são dominadas pelo fenômeno agem da mesma forma e ao retomarem os sentidos não lembram nada.

"Quando acontece com uma, todas ficam em pânico", conta dona Francisca.
A Diretora da Escola Nazaré Guerra em Lagoa do Mato que tem um anexo funcionando na Escola Eduardo Barbosa local onde estão ocorrendo os fatos paranormais não esconde o medo de tudo isso e já pensa em buscar solução junto ao estado e um parapsicólogo.
"Vamos nos reunir com as autoridades do Município para buscarmos uma solução.
Está todo mundo apavorado, nunca tinha presenciado nada igual ao que vi na última sexta-feira dia 04"
, disse.
Ela autorizou a suspensão das aulas até que seja esclarecido o ocorrido.

Para tentar conter o avanço dessas coisas sem explicação, o padre Guilherme Afonso de Andrade Pessoa foi convidado a celebrar uma missa na própria escola e o que se viu foi à repetição da cena por diversas vezes na presença da imprensa.
Durante a missa, uma aluna identificada apenas por Graziele, entrou em transe e mudava constantemente de voz.
Aconteceu uma correria sem limites. Essa é a sensação que se tem ao presenciar a cena.
Ela dizia que estava com medo e pedia para não deixá-la morrer e chorava muito.

O padre disse que a igreja é muito prudente em tudo. É preciso aprofundar bem as coisas, para não dizer coisas sem anexo.
"A igreja só emite opinião depois de um estudo aprofundado’" disse.
Um pastor espírita José Carlos que reside em Lagoa do Mato, distrito mais próximo do local dos acontecimentos, disse que pode ser uma força espiritual que estar agindo dentro da escola, onde três jovens morreram em acidentes e estão vagando precisando de reza.
Suzete Barbosa, uma professora que conhece muito bem a região disse que durante toda a sua vida como educadora jamais tinha presenciado cenas iguais as que estão ocorrendo em Cachoeira. "Isso é sem explicação mesmo", frisou.
O assunto já tomou conta da região e ninguém fala em outra coisa a não ser no caso de Cachoeira BR, como foi batizado pelos moradores do local.

Para quem presenciou e acompanhou as cenas ocorridas, fica a dúvida:

O que será mesmo que está ocorrendo, seria uma mistura de ufologia com espiritualidade?

Poderia ser o ataque de alguma força sobrenatural, como um "Poltergeist"?

A seguir, os depoimentos das alunas que foram vítimas dos fenômenos paranormais com frequência na Escola Eduardo Barbosa:


ANDRÉIA ALVES MARCOLINO - de 16 anos, disse que vem sendo perseguida por este fenômeno há exato um mês.
"É tudo muito rápido, começa com um calafrio, depois as mãos ficam trêmulas, os batimentos do coração ficam acelerados, dar sede, um sufocamento toma conta do tórax, as pernas não seguram o corpo e aos poucos vem o desmaio.
Quando volta-se ao normal não da para relembrar de nada".


MARLEI ALVES MARCOLINO – 14 anos, diz que os acontecimentos acontecem em série.
Quando tudo começa dar uma dor no peito, um arrepio, uma agitação que dar vontade de correr, gritar e pedir para não morrer.
‘"A gente desmaia, perde o sentido e o que pior fica com a voz conturbada.
No dia que aconteceu comigo, a professora disse que mais seis alunas sofreram o mesmo ataque".


FRANCISCA DIANA LÔBO LOIOLA – 18 anos, chora ao falar.
"De imediato dá um nervosismo, fiquei tonta, me bateu um suor frio, a voz fica enrolada e grossa e a força que penetra na mente perde que reze missa e faça orações porque ele não vai ficar satisfeito enquanto não realizar a sua missão.
É uma adrenalina muito forte. Estou com muito medo de voltar à sala de aula.



O que estaria provocando este estranho fenômeno em uma escola afetando tantas pessoas e quais seriam as forças por trás desse estranho acontecimento?

Seria algo simplesmente físico, ou haveria alguma força sobrenatural atuando no local, e será que esse mistério será desvendado, ou a chave para sua solução estaria trancada nas profundezas do além e nunca será encontrada?