Entre Quatro Paredes e Nada Mais LIVRO

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Minha mãe teve um caso com meu noivo durante dois anos e meio!

“Minha mãe teve um caso com meu noivo durante dois anos e meio”, revela britânica de 26 anos

A traição se deu durante a gravidez de Kylie, que vive na cidade de Sheffield, na Inglaterra. Agora, ela tenta superar a agonia da descoberta

KYLIE DESCOBRIU QUE SEU EX-NOIVO A TRAÍA COM SUA PRÓPRIA MÃE (Foto: Reprodução Channel 5)

Descobrir que o pai de seus filhos está te traindo já é de partir o coração. Ficar sabendo, então, que a pessoa que está entre vocês dois é sua própria mãe é ainda mais devastador. Pois foi exatamente esta a experiência vivida pela britânica Kylie, de 26 anos.

Em um documentário intitulado “Wedding Disaster Specials” (especial desastres de casamento), transmitido na noite desta quarta-feira (14) pelo Channel 5, ela contou que a traição protagonizada pelas duas pessoas que mais amava no mundo aconteceu durante a sua gravidez e durou cerca de dois anos e meio.


Kylie conheceu Dean há cinco anos, pela internet. E o primeiro encontro se deu em seu aniversário de 21 anos, em um pub na cidade de Sheffield. “Ele me fez sorri, me fez dar risada, e eu sentia o tempo todo como se estivesse andando nas nuvens”, contou.

Três anos depois do primeiro encontro, Dean pediu Kylie em casamento, durante o aniversário de 24 anos da moça, que foi celebrado no mesmo bar. “Foi uma noite incrível”, disse.

Passaram-se três semanas e o casal foi surpreendido pela gravidez de Kylie. “Senti que eu tinha tudo, o homem que eu amo e um bebê a caminho.” Mas logo em seguida, o comportamento do noivo começou a mudar e ele se transformou em uma pessoa controladora.

Passou a ligar de hora em hora, perguntar o tempo todo onde ela estava e chegava de surpresa quando ela se reunia com os amigos. Segundo Kylie, ele começou a beber mais também e se tornou mais argumentativo, provocando brigas constantes.


A melhor solução que ela encontrou foi buscar a ajuda da mãe, que começou a frequentar sua casa regularmente. “Minha mãe conseguia acalmá-lo. Ela provocava um efeito surpreendente sobre ele”, disse. “Eu ficava à espera da sua chegada, porque ela era minha única amiga mulher e eu podia conversar com ela sobre qualquer assunto, desde compras para o bebê até problemas de relacionamento.”

Assim que o filho do casal nasceu, a mãe de Kylie se hospedou na casa da filha para ajudar. E foi nesta época que a moça começou a desconfiar da relação da progenitora com seu namorado. Um dia, inclusive, flagrou os dois assistindo a um filme pornô.

“Eles disseram que eu estava insegura e paranoica, quando os confrontei sobre a cena. Na manhã seguinte, foi como se nada tivesse acontecido. E eu me convenci de que não estava ocorrendo nada entre os dois. Procurei um médico e ele me receitou antidepressivos”, conta ela. E suas preocupações se amenizaram.

Meses depois, Kylie se viu grávida novamente. Depois que a criança nasceu, o relacionamento voltou à crise e Kylie chegou a pensar em se separar, mas sua mãe a convenceu a tentar mais um pouco. “Ela acreditava muito nele e eu tive certeza de que também deveria acreditar. As brigas diminuíram assim que decidi dar mais uma chance à nossa relação.”

Até que as visitas materna voltaram a ser frequentes e Dean se transformou novamente em uma pessoa quieta e retraída. Depois de uma conversa com sua mãe sobre a mudança de humor do noivo, Kylie foi aconselhada a procurar uma academia para se distrair.


Um certo dia, a britânica notou o celular da mãe vibrar e ficou curiosa. “Era uma mensagem dele dizendo, ‘Vamos transar esta noite’”, contou devastada. “Neste momento, desisti de ir à academia. Eu voltaria para casa no meio do caminho e abordaria os dois. Quando retornei, 15 minutos depois, as chaves dele estavam na porta. Assim que entrei, minha mãe estava no banho e ele de cueca. Eu não queria que fosse verdade.

Depois disso, Kylie e Dean se separaram, mas sua mãe continuou negando qualquer envolvimento com ele. Somente três meses depois, ela decidiu confessar.

“Eu estava na mesa com meus filhos e ela se sentou na minha frente. Ela estava no telefone, olhou para mim e disse, ‘Tenho uma coisa pra te contar e você não vai gostar de saber – eu e Dean estamos dormindo juntos’. Se as crianças não estivessem lá, eu teria batido nela.”

No dia seguinte, Kylie recebeu uma carta com a confissão de Dean. Ele dizia que há quatro anos tinha um caso com a ex-sogra.

“Eu não podia acreditar que minha mãe tinha me traído dessa forma. ‘Ela era minha melhor amiga, espero que um dia eu volte a encontrá-la. Mas uma vez que você perde a confiança, é difícil recuperá-la”, desabafa a moça.

 


Fonte:http://revistamarieclaire.globo.com