Boto: O Prazer Vem Das Águas no Amazon!Confira!

sexta-feira, 14 de março de 2014

Poetizo-me! por Danka Maia




Poetizo-me para expurgar volições, anseios e fantasmas,

Que ora me tomam,

Outras me afrontam,

Sempre a me desejar.


Poetizo-me pelos meus amores,

São amos de meu coração.

Alto clero de minh'alma,

Palmas,

Para ti, vós,

Sós,

Repousa e revela

Senhores do meu rélis eu.


Poetizo-me,

Sinto-me,

Manifesto-me,

Me... Me... Me...

Sou!


Agora vem poetizar para mim,

Seja o Sim que meu ser espera,

Sou tapera de palavras,

Celeiro de alfabetos,

Espero um feto

De atitudes,

Que irão resvalar cá,

Neste meu ato que quero

Que me sensibilize...

Então rogo...

Poetiza-me?